Criar é um prazer, preservar é uma Obrigação.

Para contatos "Clique Aqui" para enviar sua mensagem
Fale com o webmaster
A intenção deste blog é exibir um criador membro do Clube dos Psitacídeos que está preocupado com a visão Ornitológica e que visa unicamente o melhoramento genético e do fenótipo das aves. Vender é uma consequência de um bom trabalho, que graças a metodologia e sistemática deste Criador, tem trazido bons resultados e um reconhecimento dentro e fora do País. As melhores aves e animais por um preço justo.
--
No Clube dos Psitacídeos® temos criadores de:
Agapornis, Araras, Bavets, Bourkii, Cabeça de Abeixa, Calopsitas, Canários de Porte, Canários de cor, Canários de Canto, Cacatua ,Diamante de Gould, Diamante Sparrow, Diamante papagaio(Bicolor), Exóticos, Ecletus, Forpus, Jandaias, Katarinas, Loris, Manon, Mandarin, Marreco mandarin, Marreco Carolina, Neophemas, Papagaio, Papagaio do Congo, Psitacídeos em Geral, Red Rumped, Ringneck, Roselas, Tiribas e muitos outros.
» Aves Mansas e Ariscas para Criação.
--
Conheça os nossos Clubes:
Antonio Silva
webmaster e webdesigner

Sobre os Viveiros e Dicas importantes

VIVEIRO 1 - NEOPHEMAS.

As Neophemas são aves de baixa imunidade, ou seja seu sistema imunológico é muito sensível a variações extremas (temperatura, umidade, alimentação e stress), variações no seu ambiente como temperatura, umidade e até mesmo outras aves mais barulhentas causam verdadeiros estragos na rotina de criação dessa delicada ave. Nosso viveiro foi projetado nos mesmos moldes de criadouros Europeus para abrigar exclusivamente Splendidas, Bourkiis e Turquoisines, tem aproximadamente 14 mt2 e acomoda perfeitamente 21 gaiolas e 3 grandes vodadeiras para filhotes, no verão fica aberto durante o dia e permite que as aves tomem banhos de sol, no inverno fica fechado e um sistema de aquecimento artificial e um umudificador garante temperaturas constantes entre 24 e 28 Graus e umidade entre 50-60%, note que a Neophema é uma ave de regiões secas da Austrália, são extremamente suceptiveis a doenças se criadas em aviários com umidade superior à 70%, mesmo em temperaturas controladas.

VIVEIRO 2 - ROSELLAS/KATARINAS/FORPUS

Rosellas - O nosso terceiro conjunto de viveiros é dividido em 3 áreas, a primeira para as grandes jaulas para rosellas, que abrigam 9 Gaiolas e mais 3 grandes voadeiras de filhotes. O Viveiro de Rosellas é voltado para o sol nascente no inverno o que proporciona às aves um banho de sol geral, das 09 às 14:00, fazendo com que as rosellas "aprontem" mais rápido, no ano passados nossos primeiros filhotes de rosellas foram separados logo no mês de agosto, ainda bem antes do início da temporada de criação.

Catarinas - A área que deixamos reservada para Catarinas tem aproximadamente 8 mts2 e acomodam 12 gaiolas e 2 grandes voadeiras para filhotes, as catarinas não são aves muito exigentes quanto ao aviário, normalmente se reproduzem bem junto com outras aves e não necessitam de grande cuidados referentes ao frio, então ficam de um lado menos ensolarado da construção, porem o forro e localização garante que o aviário tenha temperatura agradável o ano todo, mesmo em dias frios.

Forpus - Nossa criação de forpus é feita tambem nos moldes Europeus em Gaiolas do tipo GR3. Na seção de forpus contamos com auxilio de um sistema de aquecimento e umidificação, devido a assa pequena ave reproduzir-se quase o ano todo, para evitar grandes quedas de temperatura quando temos filhotes novos no ninho


VIVEIRO 3 - KAKARIKIS

Os kakarikis são originários das ilhas e áreas tropicais da Nova Zelandia, nos criadouros Brasileiros os melhores resultados obtidos são quando essas aves são criadas ao ar livre, com a maior incidência de sol e luz possível, o Kakariki é uma ave de metabolismo rápido (tem rápida absorção dos nutrientes dos alimentos), quando criados em viveiros escuros, tendem a comer mais e devido ao fator luminosidade ficam muito quietos, ocasionando obesidade e inviabibidade reprodutiva. Nosso viveiro de kakarikis foi projetado para que essas aves tenham o máximo de contato com a luminosidade e sol, o resultado são aves esbeltas, de penas lisas e sedosas.


Dicas importantes:

1) É aconselhável que os aviários sejam bem fechados, com telas e portas contra fuga, para garantir que caso um passaro escape da gaiola, fique dentro do viveiro até ser recapturado.

2) Ao construir um aviário, sempre calcule a relação de ventos e renovação do ar, isso muitas vezes não é levado em conta pelos criadores e é um dos principais motivos do fracasso na criação.

3) Ao projetar seu viveiro pense muito bem qual será o limite da sua criação, e faça uma previsão, caso tenha que aumentar, para não ficar esticando "puxadinhos", isso atrapalha muito o serviço dos tratadores, dinamicas de avaliação e até mesmo controle. 4) Padronize sempre! Gaiolas, ninhos, comedouros etc, isso facilita limpeza, checagem de ninhos e minimiza o tempo gasto com limpeza.

Design by Antonio Silva ^